Receba dicas grátis!

Marketing médico: 3 fatores que podem prejudicar sua imagem profissional

marketing médicoEm um mercado tão competitivo, quem não investe em marketing médico fica para trás. Afinal, ele não serve apenas para atrair clientes, mas também para mantê-los fidelizados. Ter um bom posicionamento também contribui muito para construir uma boa reputação e ter seu nome como referência.

Além disso, é importante ressaltar que atuação na área da saúde é delicada e deve ser realizada em total conformidade com os parâmetros esperados de qualquer profissional do setor. Isso significa que, se algo errado for feito, é fácil ter sua imagem prejudicada.

Portanto, se você não deseja enfrentar problemas deste tipo, tire um minuto para ler este artigo: com conhecimento sobre fatores que podem afetar negativamente sua imagem profissional, fica muito mais fácil evitá-los.

1. Garantia de resultados

A publicidade médica desaconselha a promessa de resultados e diagnósticos a qualquer paciente. Portanto, evite repassar esse tipo de afirmação em seu consultório. Sempre prefira explicar que o papel do profissional de saúde é indicar tratamento, orientações e até mesmo encaminhamento para outra especialidade médica, além de realizar acompanhamento detalhado de cada etapa do caso.

Não deixe, porém, de passar uma mensagem positiva e confiante, mesmo que o caso seja mais complicado. Tenha paciência, demonstre empatia e esteja sempre disponível para tirar dúvidas. O paciente também precisa se sentir seguro, não pela certeza de que tudo terá um excelente resultado, mas pelo apoio incondicional prestado pelo médico em um momento que para ele pode ser bastante delicado.

2. Falta de higiene e cuidado com a aparência

Um bom marketing médico está diretamente ligado à aparência do profissional e de seu ambiente de trabalho. Higiene, escolha de vestuário e infraestrutura do consultório são fatores que a princípio parecem simples, mas fazem uma grande diferença para o indivíduo que recebe seu atendimento.

A própria natureza da profissão é exigente quanto a esses detalhes. Então, mantenha sempre o bom senso em primeiro lugar e preze por um visual agradável em todos os sentidos. Evite uso excessivo de maquiagem e perfumes, opte sempre pela tradicional roupa branca e tenha certeza de que seu consultório permaneça limpo e esterilizado durante todo seu horário de serviço, especialmente se ele for compartilhado.

3. Deixar de se atualizar

Os campos da medicina estão em constante evolução. Sendo assim, o mínimo que se espera de um médico é que ele mantenha seus conhecimentos atualizados, principalmente a respeito da especialidade em que atua. Por mais que pareça que o paciente não se interessa por esse detalhe, não se engane, ele também faz parte do marketing médico.

Sua imagem profissional é consultada em seu site e em suas redes sociais, muito antes de que uma referência pessoal seja buscada. Sempre que fizer um novo curso, não perca tempo e adicione a formação em seu currículo profissional. Saber que o profissional tem total interesse por sua função cria ainda mais confiança em seu trabalho.

E então, o que você pensa a respeito do marketing médico? Tem alguma estratégia especial para moldar sua imagem profissional? Algum conselho ficou de fora dessa lista? Comente logo abaixo e deixe sua opinião!

Adicionar comentário