Receba dicas grátis!

Espaço Médico Brasil lança franquia de coworking médico

Franquia de coworking médico integra o plano de expansão da empresa, que reduz os custos dos profissionais da saúde em até 85% com a locação de espaços inteligentes

Os negócios que apostam na economia colaborativa têm crescido e gerado oportunidades para novos empreendedores. É opção também para quem deseja seguir andando com as próprias pernas, mas precisa enxugar os custos operacionais. E diante da pandemia do novo coronavírus e da crise econômica, os espaços compartilhados, em especial, tem despontado no mercado do “novo normal”. Nesse cenário, o Espaço Médico Brasil, inicia seu plano de expansão com o lançamento do seu modelo de franquia de coworking médico. A estratégia da empresa, que conta atualmente com duas unidades na Barra da Tijuca, é de ampliar a sua atuação, primeiramente, para todo o estado do Rio de Janeiro.

A franquia consiste no compartilhamento de serviços tecnológicos direcionados para facilitar a rotina de médicos e pacientes, com a locação de consultórios médicos modernos e acolhedores, telemedicina, uma central própria para marcação de consultas integrada entre recepção, médico, paciente, aplicativo e site exclusivo. Com todos esses recursos e suporte fornecidos pela franqueadora, os franqueados podem focar na captação de novos clientes. Já os médicos podem reduzir suas despesas em até 85%. A expectativa é de implantar cinco unidades até o fim do primeiro semestre de 2021, movimentando mais de R$ 35 milhões.

– Decidimos pelo franchising a partir de estudos. Identificamos uma forte demanda retraída e a oportunidade de transformá-lo numa grande rede de saúde. Unir empreendedores, médicos e pacientes em diferentes endereços com a estrutura física e estratégica de uma marca com mais de duas décadas de atuação – revela Liana Segal, CEO da Espaço Médico Brasil.

O investimento total da franquia varia de R$ 220 mil a R$ 550 mil, de acordo com a quantidade de consultórios.

Autonomia e gestão como diferenciais

Para a endocrinologista Thaysa Costa, de 30 anos, estar no coworking foi uma grande porta para entrar no mercado de trabalho. “No início da carreira, a maior dificuldade do autônomo é fazer os pacientes conhecerem a ele e ao seu trabalho, gerando confiança. Existem diversos prédios onde é possível a locação do espaço para atendimentos. Porém o ponto positivo do Espaço Médico é que ele possui uma plataforma diferente.  Isso facilita essa inserção inicial no mercado”.

A locação da sala vem com a associação de um formato de uma clínica. Marketing dos profissionais e diversas especialidades diferentes atuando no mesmo local. Ela destaca a gestão do espaço como um diferencial. “Além da vantagem de ter a estrutura de uma clínica, não perdemos a autonomia. Podemos ter todo o equipamento próprio, levar e armazenar para uso na clínica. A única preocupação é atender aos seus pacientes. Sem nenhuma burocracia administrativa a mais”.

Dados da franquia:

  • Investimento total: R$ 220 mil a R$ 550 mil (de acordo com o número de consultórios)
  • Taxa de franquia: R$ 25 mil a R$ 60 mil, já inclusos no valor total.
  • Capital de giro: R$ 23 mil.
  • Retorno do investimento: de 19 a 30 meses.
  • Tamanho: 65 a 220m².
  • Número de funcionários: 2 a 7.
  • Taxa de propaganda: 2% do faturamento bruto.
  • Royalties: 10% do faturamento bruto.
  • Site: www.espacomedicobrasil.com.br

Adicionar comentário